Uma Boa Alimentação X Intolerância à Lactose

A lactose é o principal carboidrato presente no leite e em seus derivados e, para que seja absorvida pelo organismo, é necessário que ela seja “quebrada” por uma enzima conhecida como lactase.

A diminuição da atividade da lactase acarreta a hipolactasia ou lactase não persistente – má absorção de lactose -, o que, por sua vez, pode causar sintomas como diarreia, dor abdominal, sensação de inchaço no abdômen e vômitos, principalmente. Tais sintomas são sinais da intolerância à lactose.

 Possível Tratamento de Intolerância à Lactose

No início do tratamento para intolerantes à lactose, sugere-se evitar o consumo de alimentos que contenham esse carboidrato, geralmente lácteos, e também atentar para a quantidade de lactose presente nos produtos (tabela 1).

Depois dessa fase inicial, geralmente, recomenda-se a reintrodução de alimentos com lactose na dieta, porém de forma gradual e dependendo dos sintomas apresentados por cada intolerante.

Isso pode ser feito através, por exemplo, da ingestão junto com outros alimentos, de seu fracionamento ao longo do dia e do consumo de produtos lácteos fermentados e maturados, cujo teor de lactose é baixo.

Alimentos sem lactose

A oferta de produtos processados com baixo teor de lactose e sem lactose vem aumentando a cada dia e também existem lácteos que naturalmente apresentam baixo teor de lactose, como os queijos maturados e os leites fermentados (Tabela 1).

Tabela 1: Conteúdo de lactose em leite e produtos lácteos.

Alimento Porcentagem de lactose por peso
Leite integral 4,8
Leite desnatado 4,8
Leite condensado 12,3
Queijo Brie/Camembert
Queijo Mussarela
Queijo Cheddar 0,1
Requeijão 4,4
Iogurte natural 4,7
Iogurte com fruta 4,0
Sorvete de chocolate 4,7
Arroz doce 3,9

Fonte: Mattar e Mazzo, 2010

A exclusão total e definitiva da lactose da dieta deve ser evitada, pois pode acarretar a redução do consumo de cálcio pelas pessoas.

A ingestão diária de cálcio deve ser monitorada nos pacientes com intolerância à lactose e, caso seja necessário, recomenda-se a suplementação de cálcio e de vitamina D para esses pacientes. A melhor alternativa para suplementação de cálcio é a utilização dos compostos de cálcio Albion, comprovadamente mais biodisponíveis, seguros e eficazes.

Referências

MATTAR, Rejane; MAZO, Daniel Ferraz de Campos. Intolerância à lactose: mudança de paradigmas com a biologia molecular. Rev Assoc Med Bras, v. 56, n. 2, p. 230-6, 2010.

Uma Boa Alimentação X Intolerância à Lactose
Avalie Este Post!

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!