Exercícios Físicos na Gestação – É Possível?

Exercícios Físicos na Gestação – O que Devo Saber?

Praticamente todas as mulheres grávidas experimentam algum desconforto musculoesquelético durante a gravidez. Estima-se que cerca de 25% delas apresentem ao menos sintomas temporários. As mulheres grávidas apresentam um risco aumentado de queixas musculares, principalmente lombalgia. Já foi demonstrado que um programa de exercícios executado três vezes por semana durante a segunda metade da gravidez parece colaborar na redução da intensidade das dores lombares, aumentando também a flexibilidade da coluna. Então caso você esteja, ou conheça alguma mulher ativa mas que está em repouso por causa da gestação, comunique-a!

 

Benefícios do exercício durante a gestação

Há um consenso geral na literatura científica, de que a manutenção de exercícios de intensidade moderada durante uma gravidez não complicada proporciona inúmeros benefícios para a saúde da mulher. A atividade física aeróbia auxilia de forma significativa no controle do peso e na manutenção do condicionamento, além de reduzir riscos de diabetes gestacional, condição que afeta 5% das gestantes.
Os estudos também mostram que a manutenção da prática regular de exercícios físicos ou esportes apresentam fatores protetores sobre a saúde mental e emocional da mulher durante e depois da gestação.  Além disso, existem dados sugestivos de que a prática de exercício físico durante a gestação exerce proteção contra a depressão pós-parto.

 

O que eu posso e o que eu não posso fazer?

Todas as mulheres que não apresentam contra-indicações devem ser incentivadas a

mulheres-gravidas-fazendo-natacao

realizar atividades aeróbias, de resistência muscular e alongamento. As mulheres devem escolher atividades que apresentem pouco risco de perda de equilíbrio e de traumas. O trauma direto ao feto é raro, mas é prudente evitar esportes de contato ou com alto risco de colisão. Deve-se tomar o cuidado de não se exercitar vigorosamente em climas muito quentes e de prover a hidratação adequada. Com base em pesquisas na área de exercício e gravidez, o Sports Medicine Austrália elaborou as seguintes recomendações:

• Em grávidas já ativas, manter os exercícios aeróbios em intensidade moderada durante a gravidez;
• Evitar treinos em frequência cardíaca acima de 140 bpm.
• Exercitar-se três a quatro vezes por semana por 20 a 30 minutos.
• Evitar exercícios na posição supina;
• Evitar exercícios em ambientes quentes e piscinas muito aquecidas;
• Desde que se consuma uma quantidade adequada de calorias, exercício e amamentação são compatíveis;
• A grávida que já se exercita deve manter a prática da mesma atividade física que executava antes da gravidez, desde que os cuidados acima sejam respeitados.
• Optar por alongamentos e hidroginástica, ambos que são relaxantes e sem impactos.

Deve-se interromper imediatamente a prática esportiva se surgirem sintomas como dor abdominal, cólicas, sangramento vaginal, tontura, náusea ou vômito, palpitações e distúrbios visuais.

 

Exercícios Físicos na Gestação – É Possível?
Avalie Este Post!

Deixe uma resposta

error: Content is protected !!